DIRETORIA AJEB-CE - 2016-2018

DIRETORIA AJEB-CE - 2016-2018
DIRETORIA ELEITA POR UNANIMIDADE

ATUAL DIRETORIA DA AJEB-CE

DIRETORIA ELEITA POR UNANIMIDADE

CHAPA PAPA FRANCISCO

PRESIDENTE DE HONRA: Giselda de Medeiros Albuquerque

PRESIDENTE: Gizela Nunes da Costa

1ª VICE-PRESIDENTE: Maria Argentina Austregésilo de Andrade

2ª VICE-PRESIDENTE: Elinalva Alves de Oliveira

1ª SECRETÁRIA: Rejane Costa Barros

2ª SECRETÁRIA: Rosa Virgínia Carneiro de Castro

1ª TESOUREIRA: Rita Maria Lopes Guedes Santos

2ª TESOUREIRA: Maria do Socorro Cavalcanti

DIRETORA DE EVENTOS: Maria Nirvanda Medeiros

DIRETORA DE PUBLICAÇÃO: Giselda de Medeiros Albuquerque

CERIMONIALISTA: Francinete de Azevedo Ferreira

CONSELHO

Maria Helena do Amaral Macedo

Zenaide Braga Marçal

Maria Luisa Bomfim

Celina Côrte Pinheiro

Evan Gomes Bessa

sexta-feira, 26 de junho de 2015

E Deus criou a mulher! -Maria Luisa Bomfim



         São tantas as coisas que aprendi no decorrer de minha vida que, vez ou outra, pego-me escrevendo em pedaços de papel as muitas emoções que perpassam em meu corpo e em minha alma. Sinto-me intensamente feliz por ter nascido carregando os cromossomos xx. Por esse motivo, gozo de peculiaridades não permitidas aos portadores dos xy.  Vejamos então: sendo mulher posso regar minhas dores com lágrimas silenciosas, enganar meus medos com uma risada gostosa e afastar minha fragilidade rezando o terço ao deitar. Quando a melancolia aparecer, posso ouvir belas canções de amor, sonhar ser princesa como a Rapunzel de minha infância, andar com sapatos de salto exageradamente alto e ter a ilusão de estar mais perto das estrelas.  Sendo mulher, posso carregar em meu ventre outras almas e sentir o momento único de dar-lhes a luz, ficando cega diante da beleza do mistério da criação.
         Se por acaso o dia aparece nublado e depois a chuva desaba, posso correr para o meu jardim, sentir o cheirinho de terra molhada e tomar aquele banho cantando Wave, de Tom Jobim. Com o cabelo ainda molhado, coloco um vestido azul-piscina, passo um batom com gostinho de morango e vou ao supermercado fazer as compras da semana.
         Toda mulher tem seus mistérios. Por natureza é mutante, ora é forte como o sol, ora feiticeira como a lua. Pensa com o coração, age pela emoção,  mas sempre vence pelo amor.  Tem o poder de conectar sabedoria e feitiço para conquistar o “bicho homem” sempre arrumando desculpas para esconder os erros daqueles a quem ama.
         Mas realmente, o que é a Mulher?

         É aquele ser mágico que Deus criou para fazer companhia a um solitário ser chamado Homem? É a musa terrena que inspira poetas e compositores? É a companheira, a amante, a amiga? É a namorada que enfrenta tudo e todos para levar ao altar o amado escolhido? Sim, a mulher é tudo isso e muito mais. Porque o mundo é povoado por diversos tipos de mulher: a famosa, a desconhecida, a pobre, a rica, a feia, a bonita, a bondosa, a cruel, a simpática, a emburrada, a doce, a amarga, a competente, a incompetente, etc., etc. Enfim, mulheres, mulheres, mulheres, todas carregando a tal decantada costela de Adão! Todas tendo mil histórias para contar. Histórias de amores, de alegrias, de dores, de medos, de ganhos e perdas, de humilhações e injustiças, de conquistas e saudades. Cada uma tem a sua maneira de ser, cada uma sente a necessidade de dar forma ao seu grito, cada uma tem o segredo da maternidade guardado no recôndito de sua alma. Enfim, seria preciso um microscópio para ler o segredo e a alma de uma mulher no seu estágio de mãe. E isso jamais será possível; o mais perfeito microscópio jamais decifrará a beleza dos nove meses de espera, da gravidez de uma MULHER.

Nenhum comentário:

Postar um comentário