DIRETORIA AJEB-CE - 2016-2018

DIRETORIA AJEB-CE - 2016-2018
DIRETORIA ELEITA POR UNANIMIDADE

ATUAL DIRETORIA DA AJEB-CE

DIRETORIA ELEITA POR UNANIMIDADE

CHAPA PAPA FRANCISCO

PRESIDENTE DE HONRA: Giselda de Medeiros Albuquerque

PRESIDENTE: Gizela Nunes da Costa

1ª VICE-PRESIDENTE: Maria Argentina Austregésilo de Andrade

2ª VICE-PRESIDENTE: Elinalva Alves de Oliveira

1ª SECRETÁRIA: Rejane Costa Barros

2ª SECRETÁRIA: Rosa Virgínia Carneiro de Castro

1ª TESOUREIRA: Rita Maria Lopes Guedes Santos

2ª TESOUREIRA: Maria do Socorro Cavalcanti

DIRETORA DE EVENTOS: Maria Nirvanda Medeiros

DIRETORA DE PUBLICAÇÃO: Giselda de Medeiros Albuquerque

CERIMONIALISTA: Francinete de Azevedo Ferreira

CONSELHO

Maria Helena do Amaral Macedo

Zenaide Braga Marçal

Maria Luisa Bomfim

Celina Côrte Pinheiro

Evan Gomes Bessa

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

CONFRATERNIZAÇÃO NATALINA DA AJEB-CE


ACONTECEU, DIA 13 DE DEZEMBRO DE 2016, NO SALÃO NOBRE DO NÁUTICO ATLÉTICO CEARENSE, A CONFRATERNIZAÇÃO NATALINA DA ASSOCIAÇÃO DE JORNALISTAS E ESCRITORAS DO BRASIL, AJEB-CE, ORGANIZADA PELA DIRETORA DE EVENTOS, AJEBIANA NIRVANDA MEDEIROS.

FOI UM MOMENTO DE MUITA  PAZ E RESPEITO AO MENINO-DEUS, ABERTO, OFICIALMENTE, PELA PRESIDENTE GIZELA NUNES DA COSTA, QUE, TAMBÉM, AGRADECEU UM RICO CORDEL, FEITO PELO TROVADOR GUTEMBERG LIBERATO DE ANDRADE, RELATANDO A HISTÓRIA DA FUNDAÇÃO DA AJEB. 

ARGENTINA ANDRADE, ZINAH ALEXANDRINO, EVAN BESSA, STELLA FROTA SALLES, REJANE COSTA BARROS E NIRVANDA MEDEIROS LEVARAM SUA MENSAGEM DE REFLEXÃO E EXALTAÇÃO À ALUDIDA DATA.

HOUVE SORTEIO DE BRINDES, PROMOVIDO PELA AJEB, E AMIGO SECRETO.

FECHOU-SE COM CHAVE DE OURO, COM A AJEBIANA STELA COMANDANDO A PLATEIA, QUANDO ENTOOU-SE "NOITE FELIZ". EM SEGUIDA, TODOS REZARAM O PAI-NOSSO E A AVE-MARIA.

DEPOIS, FOI SERVIDO O ALMOÇO, MOMENTO EM QUE TODOS FICARAM À VONTADE, NUM AMBIENTE DE DESCONTRAÇÃO, AMIZADE E FRATERNIDADE.

MEMÓRIA FOTOGRÁFICA











MENSAGENS


Mensagem de Natal

          O amor como experiência muito próxima da mística remete-nos à sensação de um alvoroço contido na alma e no corpo, exalando uma divina exaltação nos sentidos. E quando o final do ano se aproxima, ficamos mais convictos de que o amor de Cristo é essencial e necessário em nossas vidas. Assim, se descortina o véu que encobre a ousada arte do sonho, se desenvolve a leitura que a vida faz de nossos destinos e onde brotam os lírios e os raios da alvorada e banham generosamente nossa convivência de ternura, permitindo a colheita real e o desejo de nos fortalecermos numa amizade profunda e verdadeira a cada ano que passa.
          Temos hoje os braços abertos e o coração em festa para, num abraço especial, acolher o Menino Jesus, pois, o Natal é data de comemoração de Seu nascimento. A comercialização foi incorporada através dos anos e muitas pessoas centralizam o Natal para as compras e para celebrar a figura do Papai Noel, que habita os sonhos das crianças e traz fantasias para nossas mentes adultas.
          Neste Natal, que o milagre de reinventar, recriar histórias, pregar a caridade, faça parte de nossas vidas e possam alegrar as pessoas que estão próximas a nós. Que possamos ter o dom de dizer as coisas de modo surpreendente, preservando o significado delas. Que possamos escolher as tintas para pintar de azul, por exemplo, o painel cinzento de muitos encontros. O que eu gostaria mesmo neste Natal era ver todas as Nações de mãos dadas a comemorar o Teu aniversário, Senhor. Também pedir a Ti, pelos dons especiais de cada um aqui presente, em expressar o amor através da literatura, da música, das artes plásticas.
          Hoje também queremos agradecer pelo dom da vida, a saúde, o dom da inteligência, da criatividade, o alimento de todos os dias, o trabalho e essa nossa amizade, que seja conservada e aprimorada a cada dia.
          Para este Natal Senhor, vamos todos esperar o Teu abraço e que a Tua bondade infinita invada todos os lares e que o Senhor nos proteja e permita a cada um de nós, um 2017 muito melhor, produtivo e pleno de realizações.
          Feliz Natal a todos! E que 2017 seja incrível!
                                                                                    Rejane Costa Barros
                                                              Fortaleza, 13 de dezembro de 2016.


O  SALVADOR VINDOURO

               Deus prometeu que o Salvador – Messias – o Ungido viria através da linhagem de Abraão: “Em tua descendência serão benditas todas as nações da terra”.
         Isaías profetizara que o Salvador vindouro nasceria como criança do sexo masculino e teria em Si tanto a natureza divina quanto à humana, e Belém Efrata seria o local do seu nascimento.
             O nascimento deste Ser divino-humano seria sobrenatural: “Eis que a Virgem conceberá e dará à luz um filho e Ele será chamado pelo nome de Emanuel, ( que quer dizer “ Deus conosco” ).
             A missão do Salvador acha-se expressa nas seguintes palavras: “O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor Me ungiu para pregar boas novas e a curar aos quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos, e a pôr em liberdade os algemados; a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança de nosso Deus; a consolar todos os que choram”.
             Somente Jesus Cristo cumpriu todas estas profecias. As Escrituras traçam a sua genealogia desde Abraão; o nascimento de Jesus foi miraculoso. A Virgem Maria achou-se grávida pelo Espírito Santo.  Um decreto romano trouxe-a a Belém, o lugar em que, segundo a profecia, deveria nascer o Menino.
             O Criador e Mantenedor dos mundos, Aquele em quem a plenitude da divindade habita, tornou-Se um indefeso bebê na manjedoura, Ser infinitamente superior a qualquer um dos anjos, porém igual ao Pai em dignidade e glória, mesmo assim condescendeu Ele em vestir-Se de roupagem humana como resgate de nossos pecados.

            Que saibamos nós, nos despirmos da nossa miséria humana: a vaidade exacerbada, o orgulho e o preconceito e direcionarmos os nossos olhares para a cruz, lugar onde está toda a nossa vergonha, a transgressão de nossos primeiros pais, herança que por eles nos foi repassada, e não deixemos que o sacrifício de nosso Deus-Menino, o Salvador deste mundo que derramou gota por gota de seu sangue na cruz, a nosso favor, para que pudéssemos ser herdeiros da promessa da vida eterna, tenha sido em vão.
           Que esta confraternização tenha o verdadeiro espírito do caráter de Cristo, que saiamos daqui revigorados nessa promessa e como conhecedores agora do que representa o verdadeiro espírito do Natal, procuremos cada um de nós mostrar ao mundo que somos dignos de havermos sido comprados pelo sangue purificador de nosso Cristo. Amém!
Feliz Natal!                                                                                                          

Por Zinah Alexandrino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário