DIRETORIA AJEB-CE - 2016-2018

DIRETORIA AJEB-CE - 2016-2018
DIRETORIA ELEITA POR UNANIMIDADE

ATUAL DIRETORIA DA AJEB-CE

DIRETORIA ELEITA POR UNANIMIDADE

CHAPA PAPA FRANCISCO

PRESIDENTE DE HONRA: Giselda de Medeiros Albuquerque

PRESIDENTE: Gizela Nunes da Costa

1ª VICE-PRESIDENTE: Maria Argentina Austregésilo de Andrade

2ª VICE-PRESIDENTE: Elinalva Alves de Oliveira

1ª SECRETÁRIA: Rejane Costa Barros

2ª SECRETÁRIA: Rosa Virgínia Carneiro de Castro

1ª TESOUREIRA: Rita Maria Lopes Guedes Santos

2ª TESOUREIRA: Maria do Socorro Cavalcanti

DIRETORA DE EVENTOS: Maria Nirvanda Medeiros

DIRETORA DE PUBLICAÇÃO: Giselda de Medeiros Albuquerque

CERIMONIALISTA: Francinete de Azevedo Ferreira

CONSELHO

Maria Helena do Amaral Macedo

Zenaide Braga Marçal

Maria Luisa Bomfim

Celina Côrte Pinheiro

Evan Gomes Bessa

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

A INTENÇÃO DO SILÊNCIO - NOVO LIVRO DE ZINAH ALEXANDRINO



Zinah Alexandrino lançou, em festa memorável, no Náutico Atlético Cearense, mais uma obra sua. Dessa vez, "A Intenção do Silêncio" (contos). Era grande o número de amigos e escritores que para lá acorreram a fim de prestigiá-la.


Arleni Portelada conduziu o cerimonial, com a elegância e desenvoltura de sempre.

Apresentou-se, em primeiro lugar, a escritora Fátima Lemos que leu um dos poemas de Zinah, constante do livro "Sutilezas".


Em seguida, a escritora, imortal da Academia Lavrense de Letras, Rosa Firmo, fez a apresentação do livro, com muita propriedade, enaltecendo a desenvoltura da Autora estreante na ficção curta.


Leiamos o que falou a apresentadora:

Boa noite

Senhores e senhoras escritores e poetas aqui presentes e toda esta plateia de convidados. Representados pela presidente da AJEB/CE Nirvanda Medeiros. 

       Invocando os deuses do Olimpo, abro as cortinas desse palco móvel para apresentar a “Intenção do Silêncio” de Zinah Alexandrino, que marca estreia com sua obra ficcionista.
     Muito criteriosa, Zinah Alexandrino adentra um mundo imaginário repleto de imagens e símbolos para construir seus contos. O livro traz uma sequência de histórias curtas e criativas, que nos levam a uma viagem por lugares simples de pessoas comuns.  A narrativa entusiasmante nos permite ler, de uma tomada só. A autora reuniu vinte e três contos, ou melhor, “causos” extraídos das suas entranhas, como ela mesma diz: alguns destes escritos ainda rememorando outras épocas, originárias do pequeno mundo que lhe povoou a infância; a bela cidade de Amontada. Nesse gênero, classicamente, diz-se que o conto se define pela sua pequena extensão. Dessa forma, Zinah Alexandrino contempla essa assertiva com as metáforas e o jogo simbólico do imaginário. São contos concisos, de onde saltam signos coloridos de estética e uma dosagem cômica, que lhe é peculiar.
   Zinah tem por temática, nos seus contos cuja descrição dá um caráter regionalista, engraçado; os personagens, estes vão adquirindo uma nova feição, diante de sua versatilidade. O cotidiano perpassa os seus textos, e deles emergem os questionamentos maiores, principalmente a vertente humorista, como bem observou a escritora Evan Bessa, no prefácio do livro. Os personagens da Zinah são homens e mulheres do sertão ou das cidades pequenas do interior cearense, até mesmo as do exterior. Seu condicionamento sempre direcionado para a arte de contar histórias é um reflexo do seu caráter e de seu feitio interior: de uma mulher alegre e habilidosa que sabe conquistar amigos com maestria.
  Zinah é poetisa e contista porque se faz ela mesma com toda sua essência de mulher, sonhadora e gestora de sua arte, porque assume com estilo e com desprendimento a postura de uma artista da palavra. Na sua simplicidade reconhece que é uma mulher ousada, porém transcende esta ousadia no momento em que sua verve gesta mais uma obra e que, num repente se faz luzir neste belo livro de contos: “A Intenção do Silêncio”.
  Curioso perceber como tal pluralidade aparece estruturalmente, considerando a natureza literária diversificada que é produzida por Zinah no seu livro de contos, como um objeto visual que apresenta contos sucintos, seguindo criteriosamente a regra desse gênero. No conto: “Ensimesmada” a contista monta o cenário que irá excursionar. (Nas cálidas madrugadas...) O tempo e o espaço, o fazem escutar a voz do silêncio que se derrama e leva a questionar o enigma da intenção".
   A coleção de contos selecionados pela autora para compor este livro demonstra que é uma pessoa criteriosa e criativa, pois escreve sobre o cotidiano, num tom solene. Quem afirma é a professora e escritora Arminda Serpa.
  Sabemos que a narrativa é privilégio da maturidade, e Zinah utiliza-se desse recurso para narrar seus contos com segurança, pois o conto é considerado o gênero literário da concisão. Portanto, faz-se necessário “o retiro do silêncio” para mergulharmos na leitura dos contos da Zinah.
 Percebe-se, pois, que “Intenção do Silêncio”, este livro de contos, nos leva para momentos de deleite, sem, porém, ofuscar o valor literário preservado nas páginas consistentes das curtas narrativas.  “Viver é, pois, construir uma história que, mesmo não tendo acontecido, passa a acontecer”( Batista de Lima).
  A autora é uma mulher versátil e inteligente, integra a Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil sessão Ceará, AJEB. Academia de Letras dos Municípios do Ceará - ALMECE, Academia Feminina de Letras do Ceará – ALFECE e ainda ao grupo Poetas Del Mundo. Tem livro publicado de poesia, a saber: “Sutilezas”. Tem participação em diversas coletâneas cearenses e nacionais. Ela circula no meio literário cearense revelando-se como excelente poetisa e presta culto em diversas entidades.
       Considero uma grande honra o convite da amiga poetisa e contista, Zinah Alexandrino, para tão nobre missão, que é a de apresentar o seu livro, pois trata-se de um filho que brotou do seu íntimo; um objeto valioso o qual só entregamos a alguém de nossa inteira confiança. E Zinah me confiou. Por isso o faço com o coração transbordando de carinho e gratidão. Parabéns, Zinah, por enriquecer a literatura cearense com sua nova obra que ora dedica aos leitores.
 Muito obrigada.
Rosa Firmo


Ao final, a Autora fez os agradecimentos, dizendo de sua alegria por ter seus amigos ali, nessa hora de extrema felicidade. Eis o que falou Zinah:



                                               Boa Noite a todos!

                   Agradeço ao meu Deus, por mais essa oportunidade, que Ele me dispensa, na feitura de mais uma obra de minha lavra. A presença carinhosa de todos os meus pares das lides literárias, meus amigos, e meus amados familiares, que, com suas presenças me honram no lançamento deste livro, “A Intenção do Silêncio”. E, como tudo nessa vida sempre fazemos com uma intenção, vejo aqui que minha intenção ultrapassou o limite das minhas expectativas com relação ao número de convidados aqui presentes. A vocês meu muito obrigada por suas presenças. Sejam todos bem-vindos!
            Agradeço ao meu editor da  Premium Editora, Assis Almeida, e sua dileta esposa, Rose, pela publicação de mais um livro meu, eles que sempre me acatam para as minhas edições, com tão  afável  deferência. A  princesa dos poetas cearenses, a escritora Giselda Medeiros, pela proficiente revisão ortográfica. A escritora e professora de Literatura  da UECE, minha confreira na AFELCE –Academia Feminina de Letras do Ceará, a querida amiga, Arminda Serpa, pela magnífica apresentação da orelha desse livro que, para mim, ela é nada mais, nada menos que uma grande decifradora de textos, ou seja, uma “Roland Barthes de saia”... A  escritora, e também minha confreira da AFELCE e grande amiga, Evan Bessa, pelo esplêndido prefácio. A  minha querida amiga e colega Ajebiana, a escritora Lavrense, Rosa Firmo, pela esplendorosa apresentação desta obra. A minha amiga, a competentíssima escritora e cerimonialista, a nossa querida Arleni Portelada, por conduzir este evento com a proficiência que só ela é capaz de realizar, com a desmedida  desenvoltura de sempre. O apoio da nossa Presidente da AJEB- Associação de Jornalistas e Escritoras do Brasil, a escritora Nirvanda Medeiros, e ao Clube Náutico Atlético Cearense, na pessoa de seu Diretor, Dr. Pedro Jorge Medeiros, e demais  administradores, por ter-me cedido este maravilhoso espaço. Enfim, a todos aqui citados, meu muito obrigada.
         Queridos, iniciei-me na escrita da prosa, no  gênero conto, e, depois, parti para o verso, publicando meu livro inicial, “Sutilezas”. E, agora, lhes trago a lume, este livro, “A Intenção do Silêncio”, onde conto, reconto causos, estórias inventadas pelas minhas vivências, nas de outrem, no real, ou no ficcional, mas eu juro! Que qualquer semelhança destes contos com a vida real,de quem quer seja, terá sido, puramente,uma grande e mera coincidência!

ZINAH E SEUS CONVIDADOS














Nenhum comentário:

Postar um comentário